O documento é um panfleto revolucionário que circulou pelas ruas de Salvador em 1798, durante a Conjuração Baiana. A partir da leitura do documento dos seus conhecimentos, explique o que defendiam esses revolucionários. 1

O que aconteceu na Bahia de 1798?

A Conjuração Baiana, também conhecida como Conjuração dos Alfaiates, foi uma conspiração de caráter separatista e republicano que aconteceu na cidade de Salvador e que foi descoberta pelas autoridades locais em 1798.

O que propõem os panfletos espalhados por Salvador?

Os panfletos e documentos descobertos conclamavam uma revolução para a implantação de uma “República Bahiense” em que “todos serão iguais, não haverá diferenças, só haverá igualdade, liberdade e fraternidade popular”.

Quais foram os motivos que levaram a Conjuração Baiana?

Haviam seis principais motivos de revolta que a Conjuração Baiana adotou e reivindicou que eram: a abolição da escravidão, a proclamação da República, a diminuição dos impostos, a abertura dos portos, o fim do preconceito e o aumento salarial. Foram por esses pontos que os revoltosos lutaram na Bahia.

O que defendiam os rebeldes durante a Conjuração Baiana?

Assim como os inconfidentes mineiros, os conjurados baianos defendiam a emancipação política do Brasil através do rompimento do pacto colonial.

You might be interested:  Onde Tem Juizado De Pequenas Causas Em Salvador?

Quais as principais propostas da Conjuração Baiana de 1798?

Esse movimento popular reivindicava: a libertação dos escravos, a instauração de um governo igualitário, onde as pessoas fossem vistas de acordo com a capacidade e merecimento individuais, além da instalação de uma República na Bahia e da liberdade de comércio e o aumento dos salários dos soldados.

Qual foi o principal objetivo da Conjuração Baiana?

Seus principais objetivos eram: o fim do pacto colonial com Portugal, a implantação da República, a liberdade comercial no mercado interno e externo e a liberdade e igualdade entre as pessoas (eram favoráveis à abolição da escravidão). Confira como ela aconteceu neste resumo da Conjuração Baiana.

Qual foi o principal líder da Conjuração Baiana?

Luiz Gonzaga das Virgens e Cipriano Barata eram os principais líderes que escreviam os pasquins atacando violentamente a administração portuguesa, e conclamando ao povo para aderir a revolução e implantar um governo mais justo.

O que foi o movimento da Conjuração Baiana?

A Conjuração Baiana foi um movimento de adesão popular que, como o nome já entrega, aconteceu na Bahia, em 1978, unindo desde escravos até pessoas da elite que se sentiam exploradas, sem liberdade comercial e com zero importância para a Coroa Portuguesa.

Quem defendiam os rebeldes da Conjuração Baiana?

Os revoltosos defendiam a emancipação política do Brasil, isto é, o fim do Pacto Colonial com Portugal. Com isso teriam liberdade de comércio, a saber, nos mercados internos e externos.

Qual é a origem social da Conjuração Mineira?

A Conjuração Mineira, inicialmente organizada como oposição à cobrança da nova derrama, foi um movimento de ricos e proprietários, apesar de a população em geral ser prejudicada por essa medida.

Qual foi o desfecho final da Conjuração Mineira?

Entre eles, estava Tiradentes, que foi preso quando estava no Rio de Janeiro. A sentença saiu em abril de 1792, e as penas foram diversas: alguns foram condenados à expulsão da colônia e enviados para a África (degredo), outros foram condenados à prisão perpétua e alguns foram condenados à morte por enforcamento.